Cisne Negro



Após muito esforço, a bailaria Nina Sayers (Natalie Portman) consegue o papel principal na sua Companhia de Dança, na peça "O Lago dos Cisnes", substituindo a antiga bailarina, interpretada por Winona Ryder. Ela terá que atuar como o cisne branco e o cisne negro. Para ela, viver Odette, o Cisne Branco, não é um problema. Ela, afinal, partilha com a personagem suas qualidades metódicas e virginais, é pura, inocente e encantadora. O desafio é a interpretação de Odile, o Cisne Negro, a encarnação da sensualidade e sedução. E na busca para encontrar o seu cisne negro interior, ela passará por muitas mudanças em sua vida e na sua personalidade, sofrendo alucinações e enfrentando a inveja de uma nova colega da companhia (Mila Kunis). e a superproteção de sua mãe (Barbara Hershey). Nina jamais desiste do seu sonhos, apesar de todos os percalços. É movida exclusivamente pelo desejo de superação, para tornar-se a primeira bailarina. Premiada pelo papel, Portman realmente entregou-se à interpretação de Nina. Perdeu peso, aprendeu a dançar (ainda que em vários momentos tenha sido ajudada pelas suas dublês) e tem cenas de sexo mais ousadas do que o público norte-americano está acostumado em seus "filmes de Oscar". No entanto, emocionalmente o papel é inerte. A chata insegurança da personagem se arrasta até o final, quando simplesmente já não importa mais quem será o Cisne Branco, o Negro ou o Cinza. É muito inovador, diferente desses filmes hollywoodyanos que estamos acostumados a assistir. Recomendo!

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas